Apresentação pública dos candidatos a S. Pedro Fins

“Humildade, trabalho, dedicação”

De coração cheio. Foi assim que se sentiu Raquel Azevedo Freitas, quando o seu nome foi anunciado como cabeça de lista à Junta de Freguesia de S. Pedro Fins e recebeu uma ovação, de pé, da plateia presente. O jardim da junta de freguesia, cumprindo as regras exigidas pela Direção Geral de Saúde, acabou por não chegar para acolher todos os que quiseram assistir à apresentação pública dos candidatos.

Raquel Azevedo Freitas apresentou-se com “humildade, trabalho e dedicação”. Por isso, ela e a sua equipa têm andado nas ruas a ouvir a população para elaborar o programa eleitoral. “Temos ido ao encontro de cada família e foi com todos que construímos o programa eleitoral, que nos vai acompanhar todos os dias do mandato”, garantiu. Perante os sãopedrofinensese assumiu o compromisso de que vai lutar por todos os pontos que constem desse programa.

Foi com sentido de responsabilidade que Raquel Azevedo Freitas apresentou a sua equipa. Uma equipa “dinâmica, com provas dadas de que sabe servir a comunidade nos mais diversos grupos e movimentos”. Uma equipa que “congrega a juventude e escreve as páginas” da freguesia de S. Pedro Fins e que antes de aceitar o desafio quis saber quem fazia parte da equipa e qual era o projeto. Certo é que “conhecemos os problemas e a força que nos une”, justificou.

No seu discurso de apresentação, a candidata não esqueceu os autarcas anteriores. “Seremos capazes de reconhecer tudo o que de bom foi feito”. Mas garante que vai reavivar, mais do que uma luta, um sonho antigo, que é a construção de uma Unidade de Saúde Familiar “A Maia é referência em muitas áreas e S. Pedro Fins quer sentir-se parte dessa referência na área da saúde”, salientou Raquel Azevedo Freitas. “S. Pedro Fins não pode ficar para trás. S. Pedro Fins não vai ficar para trás. Lutaremos para que possamos desenvolver a nossa terra”, garantiu a candidata.

“Nós vamos fazer a Unidade de Saúde Familiar. Se não for a ARS, fazemo-lo nós”, garantiu o presidente e candidato à Câmara Municipal da Maia. “Comigo aquilo que se promete faz-se e faz-se bem”.

Mas os planos para S. Pedro Fins não se ficam apenas pela USF. António Silva Tiago assumiu o compromisso de “continuar a servir ainda melhor”. Isso passa, por exemplo, pela aquisição da Casa do Bispo, onde para além de outras valências, ficará instalada a sede do Agrupamento de Escuteiros. “Vamos fazer tudo para dignificar e fazer memória de D. José Alves Correia da Silva, natural de S. Pedro Fins, que foi o primeiro bispo de Leiria e Fátima”.

Para António Silva Tiago a Raquel “tem postura, tem conhecimento, tem trato com as pessoas”. “Ela está numa rampa de lançamento que é o futuro desta comunidade”, elogiou, estendendo os elogios à lista que a candidata apresentou. “É uma lista de luxo. Não tenho dúvidas de que é uma lista de altíssima competência e que vai produzir um trabalho que vai levar a freguesia para os patamares que a Raquel quer”, concluiu o presidente da Câmara Municipal da Maia.